1. Como pode BabyTV contribuir para o desenvolvimento?   
  2. Quais são as principais características dos programas da BabyTV?
 
  3. Porque existe repetição na programação?  
  4. O que tem o jogo do Peek-a-boo que agita os bebês?  
  5. Como os programas da BabyTV visam o pensamento criativo?  
  6. Como os programas da BabyTV visam o pensamento simbólico?  
  7. Por que meus filhos de 4 e 7 anos gostam de assistir BabyTV?  
  8. Quais são as recomendações para assistir TV com meu bebê?  
  9. Por que BabyTV é transmitido 24 horas por dia?  
  10 .Como os jogos e atividades da BabyTV ajudam os bebês a explorar conceitos básicos?  


--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

1. Como pode BabyTV contribuir para o desenvolvimento?


A parte essencial do desenvolvimento e aprendizagem de um bebê acontece enquanto ele interage com membros da família, e através das experiências em casa. A diversidade de experiências a que seu bebê está exposto, junta à informação que ele coleta ao seu redor, formam as bases fundamentais de seu conhecimento sobre o mundo.

Em adição aos brinquedos, livros e jogos que você compartilha com sua criança, BabyTV é uma ferramenta suplementar que pode te ajudar a apresentar seu bebê ao mundo.

Em BabyTV nós sabemos a importância que é para os pais ter ferramentas eficazes e seguras para usar com seus bebês em sua educação e diversão e assim nosso objetivo em Baby TV é desenvolver e entregar
programação que possa ser eficiente para crianças de até três anos. Com a ajudas de especialistas em infância, nós criamos programas que atrelam os benefícios da mídia de tela e criam uma experiência valiosa para nossos espectadores.

Apresentar informação na tela significa ser capaz de separar conceitos e experiências específicos na vida da criança e apresentá-los de uma maneira que seja simples, clara e emocionante! Isto promove uma compreensão organizada desses conceitos e experiências.
Através da tela, nós também podemos criar personagens com as quais uma criança pode se relacionar de um jeito divertido, o que estimula a criança a escutar, seguir e entender a informação apresentada. BabyTV estimula os pais a participarem e apreciarem o processo de aprendizagem com seus filhos. Ao assistir junto com o seu filho você encontrará muitas ideias para unir aprendizagem e diversão, e terá muito tempo para interagir com seu filho do começo ao fim de cada episódio.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2. Quais são as principais características dos programas da BabyTV?

Os programas da BabyTV
são programas de televisão originais que foram especialmente desenvolvidos em colaboração com especialistas em crianças, para bebês e crianças que estão começando a andar.

Os programas da BabyTV são orientados a chamar a atenção às etapas do desenvolvimento que seu pequeno encontra em seus primeiros anos — aquelas que serão a base para o aprendizado futuro.

Os programas são curtos e variados, e são adequados ao alcance da atenção da criança e sua habilidade de concentração. Os programas são compostos de histórias curtas que refletem o mundo da sua criança e que são adequados às suas habilidades.

A taxa em que a informação é apresentada em nossos programas é lenta e cuidadosamente organizada e nós usamos linguagem e visual claros e simples.

Os programas da BabyTV são de múltiplos níveis e portanto agradáveis de serem assistidos por crianças com habilidades e em níveis de desenvolvimento variáveis.

O que são programas de múltiplos níveis?
Cada um dos programas que você vai assistir em BabyTV contém um benefício e um valor de entretenimento tanto para o novo quanto para o espectador com mais idade. Em vez de apresentar uma programação com temas para um grupo de certa idade, uma criança de qualquer idade pode desfrutar qualquer um dos programas da BabyTV.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3. Porque existe repetição na programação?


Crianças pequenas gostam e necessitam ensaiar atividades repetidas vezes. O que pode parecer monótono para nós pais, para as crianças significa um encontro com algo familiar — sua criança pode te pedir para jogar o mesmo jogo repetidas vezes, ou para ler a mesma história que ela já ouviu muitas vezes antes, porque ela gosta. Para a criança pequena repetição é aprendizagem — com cada visualização, mais informação é absorvida promovendo compreensão e permitindo à criança processar mais uma camada de significado.

Assistir programas também permite a sua criança antecipar eventos. Esta habilidade alimenta um senso de confiança e controle que por sua vez domina a informação tão agradável.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

4. O que tem o jogo do Peek-a-boo que agita os bebês?

Uma perspectiva importante de como sua criança pequena vê o mundo envolve uma etapa do desenvolvimento preliminar chamada — permanência do objeto. Isto se refere ao entendimento da criança de que as coisas continuam a existir mesmo quando elas estão fora de sua vista. Esta habilidade começa a se desenvolver aos 4 meses e geralmente se completa aos 2 anos de idade. Assistir objetos ou personagens na tela
desaparecerem e reaparecerem, dá à pequena criança uma grande quantidade de prazer e estimula o processo de preenchimento da informação da memória que falta.

Muitos de nossos programas foca especificamente no conceito de permanência do objeto, tal como O Mundo de Louie e Galeria do Vovô.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

5. Como os programas da BabyTV visam o pensamento criativo?

A criatividade entre as crianças é um conceito amplo. A criança deve empregar criatividade em cada área de suas interações com o mundo — mesmo em um simples problema como descer um brinquedo de uma estante, requer pensamento criativo por parte da criança. Nos programas da BabyTV, ao invés de apresentarmos uma única resposta ou solução (que nós como adultos decidimos ser a melhor opção), nós aderimos à mensagem de que pode haver mais de uma resposta correta, e todos podem escolher mais de uma resposta para sua própria criação.

Os programas da BabyTV tais como A Arte do Bebê, O Jogo do Mitch, Pim & Pimba e Vegimals visam o pensamento criativo de diversas formas.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6. Como os programas da BabyTV visam o pensamento simbólico?

Por volta da idade de um ano, a criança começa a entender que cada objeto é representado por uma palavra, ou seja, seu nome. Isto é o início do pensamento simbólico, que forma a base da aquisição da linguagem. Muitos de nossos programas tratam de dar nomes, ou seja, atribuir um nome a um objeto ou conceito.

Os programas da BabyTV lidam com o emparelhamento de objetos apresentados visualmente com seus nomes narrados — uma bola aparece na tela, e o narrador diz “bola”. Este é o primeiro passo na construção do vocabulário da criança. Programas orientados especificamente para este fim incluem Oliver e O Mundo de Louie.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

7. Por que meus filhos de 4 e 7 anos gostam de assistir BabyTV?

Os programas claros da BabyTV com cores fortes e músicas encantadoras são divertidos até para crianças com mais idade por serem tão agradáveis de se assistir. As crianças gostam da habilidade de entender sem esforços todos os elementos das histórias e de serem capazes de adivinharem o que vem a seguir. Isto faz elas se sentirem bem.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

8. Quais são as recomendações para assistir TV com meu bebê?

Assistir BabyTV junto é um jeito fantástico de criar uma linha direta para o mundo de interesses de sua criança. Ao mesmo tempo, há muito o que ganhar ao compartilhar a experiência de assistir BabyTV com seu filho, e nós incentivamos você a ser ativamente envolvido ao fazê-lo.

Ao assistir BabyTV você descobrirá que nossos programas possuem um ritmo que te dá tempo para reagir e interagir com seu filho. Converse com seu filho sobre o que está acontecendo e o que é visto na tela, encorajando seu filho a fazer perguntas e oferecendo explicações. Isto vai aumentar a habilidade do seu filho em perceber o conteúdo do programa e obter um benefício dele.

Os programas da BabyTV são desenvolvidos para suscitar reações dos pequenos espectadores e você pode descobrir que enquanto assiste, seu filho busca suas interações no momento em que te chama para ver seu personagem favorito, para cantar junto uma música, ou para tentar uma das atividades desenvolvidas para pais e bebês na tela. Nós recomendamos que você participe com seu filho encantado.

Envolver-se no mundo de conteúdo do seu filho beneficiará você longe da tela também, criando a oportunidade de compartilhar experiências procedentes do que você assistiu no BabyTV. Por favor, dê uma olhada em nossa
seção de Programas onde você pode encontrar dicas úteis para atividades relacionadas a conceitos e informação apresentados na BabyTV.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

9. Por que BabyTV é transmitido 24 horas por dia?


Qualquer pai sabe que ser pai não é um trabalho de meio período e é por isso que BabyTV foi desenvolvida para ser um serviço que esteja sempre disponível.

BabyTV é dividido em transmissões diurnas que apresentam
programas ativos voltados para o desenvolvimento, interação e diversão, e transmissões noturnas desenvolvidas para acalmar e relaxar. De noite BabyTV apresenta um visual delicado com um movimento agradavelmente repetitivo acompanhado por música suave e tranquilizadora.

Com certeza todos nós podemos nos lembrar de uma noite recente quando nosso pequeno acordou irritável e sem conseguir se acalmar e voltou a dormir. As transmissões noturnas da BabyTV foram desenvolvidas para essas vezes em que tanto sua criança como você podem estar precisando de uma influência tranquilizadora externa para ajudar a quebrar o ciclo de irritabilidade.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

10. Como os jogos e atividades da BabyTV ajudam os bebês a explorar conceitos básicos?

Informações Gerais – O Centro de Aprendizagem Online da Baby TV

O centro de aprendizagem online da BabyTV oferece um ambiente divertido e interativo para você e seu filho(a) explorar uma variedade de assuntos educacionais, variando de quebra-cabeças matemáticos a música e exploração do ambiente.

Cada seção do centro de aprendizagem traz um personagem popular do mundo da BabyTV, que recebe visitantes e até participa das atividades educacionais.
As atividades são desenvolvidas especificamente para acomodar e contribuir com os estágios de desenvolvimento de crianças entre dois e quatro anos de idade. As atividades foram criadas em cooperação, por especialistas e psicólogos infantis, desenvolvedores de currículos, especialistas educacionais e representantes da indústria do entretenimento.   
A ampla gama de assuntos é desenvolvida para que cada um seja acessado independentemente dos outros, permitindo que pais e crianças selecionem e personalizem os vários estágios de aprendizagem.

Mundo das Formas Geométricas de Tulli

As crianças crescem em um mundo composto por formas geométricas, que se apresentam em várias formas nos objetos do cotidiano. As crianças adquirem seu conhecimento e compreensão primária muito cedo em seu desenvolvimento. Por exemplo, elas podem indicar que uma certa forma é um “retângulo”, visto que ela “se parece com uma porta”, ou identificar outra forma como um “triângulo”, já que ela é “pontiaguda”. Crianças entre 2 e 4 anos conseguem determinar formas geométricas básicas de acordo com sua aparência. Crianças mais velhas conseguem contar o número de lados que uma forma geométrica específica possui, e associar aquele número com o nome da forma.
Quando as crianças atingem a idade de 6 anos, elas têm conceitos permanentes estabelecidos acerca de formas geométricas. Se ensinados incorretamente durante estágios iniciais, estes conceitos exigem uma quantidade extrema de esforço para que sejam alterados e corrigidos. Alguns exemplos comuns de concepções infantis errôneas acerca de formas geométricas incluem:
  •     Um quadrado que não esteja posicionado horizontalmente não é um quadrado
  •     Um triângulo que não seja equilátero não é um triângulo
É imperativo estabelecer desde o início da infância as regras e conceitos corretos que se aplicam às diferentes formas, em diferentes posições, e ensinar as crianças a identificar e aplicar estas regras corretamente.

                       
           
   Isso também é um quadrado!    Todos estes são triângulos!

          


O Mundo das Formas de Tulli apresenta às crianças todas as formas geométricas básicas – retângulos, triângulos e círculos –, bem como formas geométricas adicionais, como elipses e retângulos. As crianças também são expostas a outras formas não geométricas, mas comuns, como estrelas e corações.
O Mundo das Formas de Tulli é um ambiente de aprendizagem no qual as crianças podem ter contato com uma variedade de cores, tamanhos, orientações e tipos. Por exemplo, triângulos com vários atributos serão mostrados a uma criança, incluindo tipo (isósceles, de ângulo reto, oblíquo, etc.), tamanho, orientação (por exemplo, normal, invertido, etc.), que ainda retém suas definições como triângulos.
Então, as crianças podem brincar com jogos nos quais pede-se que localizem formas geométricas em um certo ambiente, ordene-as, crie imagens e formas complexas com elas, e até mesmo aprenda a usar linhas retas para desenhar formas como quadrados, e linhas curvas para formas circulares.

Mundo das Cores de Oliver

O que é cor?

Quando a luz brilha sobre a superfície de um objeto, parte dela é absorvida e parte é refletida. É a luz refletida – ou comprimento de onda – que é capturada pelo olho e interpretada pelo cérebro como uma cor. Cada cor tem um comprimento de onda diferente; azuis, verdes e violetas têm comprimentos de onda mais curtos, e vermelhos, laranjas e amarelos têm comprimentos de onda mais longos.

Compreender o conceito de cor é compreender que objetos têm uma dimensão de cor – por exemplo, a bola é vermelha, a folha é verde, etc. –, bem como ter a habilidade de distinguir entre diferentes tonalidades da mesma cor e compreender que elas todas são variações daquela cor.
A compreensão do conceito de cor é desenvolvida em estágios: da habilidade do bebê para distinguir visualmente entre cores diferentes, até a habilidade da criança pequena para ordenar objetos da mesma cor, ligar objetos por cor e nomeá-las.

Como bebês e crianças pequenas desenvolvem e compreendem o conceito de cor?
Uma criança de um ano consegue diferenciar visualmente cores distintas, mas ela não verá a cor como uma dimensão separada de um objeto específico. Portanto, quando a criança vir uma bola vermelha, ela pode chamá-la de “bola”, mas provavelmente não observará que a bola é “vermelha”.

No segundo ano de sua vida, o bebê experimenta uma mudança significativa em sua compreensão do conceito de cor. O bebê começa a notar que um objeto tem uma cor específica – ele descobre que o cubo que está segurando tem a mesma cor da bola, ou que dois cubos que está segurando são de cores diferentes. Neste estágio, a criança pequena começará  a ordenar os objetos por cor. Esta habilidade – que é estabelecida por volta dos dois anos – demonstra que a criança adquiriu uma compreensão do conceito de cor.

Se você pedir a uma criança por volta de dois anos de idade para indicar uma peça vermelha de quebra-cabeças, ela provavelmente conseguirá; se você pedir que ordene as bolas amarelas, também.
Nesta idade, porém, se você perguntar à criança “de que cor é o cubo?”, ela pode ainda não conseguir responder. O motivo é que aos dois anos de idade, muitas crianças ainda não sabem os nomes das diversas cores e não conseguem determinar a cor de um objeto, embora estejam aprendendo gradualmente as palavras corretas.

Mundo das Cores de Oliver – o Ambiente
Oliver adora brincar com cores diferentes em seu quarto. Vamos aprender sobre cores com Oliver e transformar seu quarto em uma experiência de celebração das cores!

O quarto de Oliver é um ambiente empolgante que apresenta várias cores através de atividades e jogos desenvolvidos para ajudar a aprender, identificar, nomear e fazer experiências com as cores.  

Explorem as cores juntos em casa: Ofereça a seu filho(a) um contato mais frequente com os nomes de cores ao indicar a cor dos objetos pela casa, fora de casa, ou enquanto vocês brincam juntos.
Você também pode indicar vários tons, como “sua linda camisa azul clara” ou “as folhas verdes da árvore”.

YoYo – O mundo mágico do alfabeto

Pesquisas cerebrais atuais têm elevado as expectativas sobre o que crianças pequenas podem aprender em seus primeiros anos. Crianças pequenas instintivamente adoram aprender e, sem perceber, investigam curiosamente o mundo ao seu redor. A mente jovem absorve seus arredores, incluindo o idioma, imagens visuais, música, etc.
 
É importante desenvolver este amor pela aprendizagem e encorajar a criança a continuar assim pelos anos posteriores.
 
A habilidade de reconhecer que letras e sons do alfabeto estão relacionados, por exemplo, é uma das mais importantes para que uma criança pequena se desenvolva nos anos iniciais de jardim de infância/escola. Isso não é sempre fácil para um(a) jovem aluno(a) compreender e, portanto, ao expô-lo(a) cedo a uma série de atividades e jogos divertidos e envolventes dedicados a enfocar este assunto, você pode dar ao seu filho(a) uma maneira agradável de se familiarizar com as letras e sons do alfabeto, encorajando-o(a) a aprender e criar uma abordagem positiva sobre a aprendizagem.
 
A criança de 3 a 4 anos consegue reconhecer alguns exemplos de impressão ao seu redor e também entender que a escrita pode ser uma forma de comunicação. Entre as idades de 4 e 5, a criança também adora fingir ler, percebendo que a impressão em seus livros de histórias trazem mais significados do que as figuras. Ele(a) também consegue reconhecer e nomear algumas letras do alfabeto e até escrever algumas delas.

É muito provável que o seu filho(a) adore jogos com palavras escritas; e também porque crianças pequenas dessa idade adoram imitar os mais velhos (que sabem ler e escrever), este é o momento perfeito para auxiliar a criança a observar e se familiarizar com o alfabeto, conforme ele(a) desenvolve suas habilidades iniciais de compreensão e leitura.

Zoe na Savana


Desde uma tenra idade, crianças se sentem atraídas pela natureza, especialmente por animais. De acordo com a atual teoria da biofilia, o amor à natureza deriva da atração que nós, seres humanos, temos por aquilo que é similar a nós, e esse amor é parte da natureza humana. O mundo natural inclui animais, plantas e outros organismos vivos, como bactérias, vírus, fungos e outros mais. O que todas estas diversas formas de vida têm em comum são as características básicas da vida: movimento, crescimento, desenvolvimento e reprodução, um corpo com uma estrutura interna (células, membros, etc.), reações a estímulos e assim por diante.

A percepção das crianças do conceito de “vida” se desenvolve em vários estágios. Inicialmente, as crianças atribuem vida a qualquer objeto que “faça algo” ou sirva a um propósito ou a outro. De acordo com esta percepção, o sol é uma coisa viva porque dá luz, enquanto uma pedra não faz nada e, portanto, não é um objeto vivo. No segundo estágio, as crianças atribuem vida a qualquer coisa que se mova, e incluem nesta categoria objetos como nuvens, bicicletas, etc. Mais tarde, elas definem que apenas o que se move por si só é vivo. O critério de movimento para distinguir entre coisas vivas e não vivas é comum à maioria das crianças em idade de jardim de infância. De acordo com este critério, árvores podem ser consideradas como objetos não vivos, enquanto aviões podem ser considerados vivos...
Em estágios posteriores, as crianças começam a dividir o mundo em animais, plantas e objetos sem vida. Apenas por volta dos 7 anos elas entendem que plantas são coisas vivas e não objetos sem vida.

Muitos estudos têm sido conduzidos acerca da ligação entre crianças e animais (especialmente cachorros). Foi descoberto que o contato regular com animais beneficia as crianças emocionalmente, socialmente e até psicologicamente. Por exemplo, através da interação com animais, as crianças aprendem a entender os sentimentos e necessidades deles e, por extensão, das pessoas. O contato com animais melhora a auto-imagem, aumenta a independência, a autodisciplina e assim por diante

Nós usamos cookies e outras tecnologias para melhorar a sua experiência na internet. Quando usar este site, você consente em usa-lo de acordo com a nossa Política de Cookies.
OK